Ir para o conteúdo

Dicas de iluminaçãoApós meses de obra e muita reforma, o arremate final vem com um bom investimento em iluminação para os cômodos. Através dele é possível criar ambientes mais produtivos ou relaxantes, apenas com a escolha certa de lâmpadas ou tipo de luz ideal.

Sem uma escolha apurada, todo o esforço em realizar as mudanças em seu lar acabam tendo menos brilho, pois não há a valorização necessária em cada ambiente. Se você acha que esse é o seu caso, não se preocupe. Nós separamos 4 dicas de iluminação que vão agregar e valorizar ainda mais os ambientes de sua casa. Confira abaixo!

Dicas de iluminação para a sua casa

Conseguir que os ambientes da sua casa passem a ideia de conforto que você deseja, talvez seja apenas uma questão de iluminação! Por isso, veja a lista que preparamos com algumas dicas que vão valorizar muito mais os ambientes da sua casa.

1. Invista em luz indireta

A luz indireta tem se tornado uma grande tendência se você deseja criar ambientes mais intimistas e com aquele toque de aconchego. No geral, as fitas de LED são as mais utilizadas e podem destacar objetos e áreas que, normalmente, não teriam tanta atenção no ambiente. Dessa forma, a iluminação se torna mais difusa, tornando o cômodo mais confortável.

Esse tipo de iluminação é ideal para quartos e salas, pois induzem o relaxamento.

2. E por que não a luz direta?

Ao contrário do item anterior, a luz direta é aquela que atinge diretamente a uma superfície. Enquanto a luz indireta é difusa, a direta proporciona um grande facho de luz sobre algum objeto, o que torna o ambiente mais vivo.

Ideal para ambientes como salas de estudo e escritórios, geralmente esse tipo de iluminação é posta próxima de computadores, uma vez que facilitam a concentração.

3. Escolha a tonalidade e temperatura exata

Se antes nós só podíamos escolher entre luzes quentes e frias, hoje, com as lâmpadas de LED, é possível ter uma enorme gama de cores à nossa disposição. Para isso, optar por lâmpadas inteligentes também é uma ótima alternativa tanto para investir na iluminação, quanto para modernizar sua casa com assistentes virtuais integrados.

E, na hora da escolha, lembre-se que os tons frios são ideais para ambientes que demandam concentração como escritórios e cozinhas, e os tons quentes provocam relaxamento, sendo mais indicados para os quartos.

4. Pense na utilidade

Antes de qualquer coisa, é importante pensar na usabilidade da iluminação, de forma que ela contribua com o dia a dia de sua casa. Por exemplo, se você não tem um ambiente específico para criar um escritório, tendo que dividir o espaço entre descanso e trabalho, invista em dois tipos de luzes, assim, a iluminação te ajudará nas duas tarefas.

Conclusão

Esperamos que nossas dicas e informações sejam úteis no processo de escolha da melhor iluminação para sua casa e que, através dela, você crie ambientes fantásticos e condizentes com o que você deseja! E caso precise de ajuda, entre em contato com a gente.

Deixe seu Comentário





Role para cima
%d blogueiros gostam disto: